Prefeito destina 200 mil para reforma de Praça em São José da Tapera

Jorge Silva | 13:40 | 0 comentários

Começou a todo vapor a reforma da Praça Matriz em São José da Tapera. A Avenida Elísio Sávio Maia ganha mais um projeto do arquiteto João Saldanha, e desta vez,  avaliado  em 200 mil reais.  
De acordo com o arquiteto, o primeiro projeto idealizado foi orçamentado em 250 mil, e contava com praças de alimentação, mas não foi aceito pelo prefeito da cidade, Jarbas Ricardo, devido à obra ser realizada com recursos próprios. “Com o intuito de baratear, a pedido do prefeito, tive que refazer o projeto e na terceira tentativa, dos três, projetos novos elaborados, este foi batido o martelo,” relembra.
Para o arquiteto, a praça deverá estar pronta em seis meses. Mas, algumas obras poderão ser interrompidas devido ao clima chuvoso que chegará na metade do tempo previsto para a conclusão de todo a Praça.
A proposta inicial do arquiteto partiu da necessidade de um espaço aberto e seguro para as atividades relacionadas à igreja Matriz.
 “Existem três elementos principais na Obra: o pórtico de São José, onde as celebrações ali acontecerão, assim como as apresentações da banda Filarmônica São José. Uma Obra de arte de minha autoria (escultura) e uma Fonte que ficará de fronte à praça dos Brinquedos. Esta praça que fica localizada defronte a igreja Matriz será um espaço para demais atividades culturais e artísticas da comunidade," revela.
 Ao ser questionado sobre os funcionários que trabalham sem equipamento de segurança, João foi cauteloso, “Sei que os pedreiros têm a fiscalização da empresa que ganha a licitação a qual é a responsável pela obra.  Isso é um problema crônico, encontramos esse tipo de coisa em todos os lugares, é até cultural das pessoas que trabalham em obras fora das grandes empreiteiras de querer trabalhas sem os EPIs que são os equipamentos de proteção,” disse o arquiteto, acrescentando que é uma luta enorme fazê-los usar capacete, botas, luvas e óculos de proteção. “Isso é obrigação dos governos e patrões, inclusive em obras pequenas como em nossas casas, a obrigação é de quem contrata fornecer os equipamentos, aí quase ninguém oferece e tampouco os operários querem usar,” afirma.
 Este projeto, para o arquiteto taperense, representa uma grande obra que começa a fechar o ciclo da modificação da paisagem urbana do centro de São José da Tapera. Até mesmo o calçadão, que seria ocarro chefe dos seus projetos realizadas  na cidade, por desejo dos moradores, será substituído por este modelo.
“ Este sonho de assinar a obra do calçadão foi superado. A cidade está em plena modificação e me orgulho de poder fazer parte dessa mudança através do meu trabalho, através daquilo ao qual estudei e me formei. E ver também o novo comportamento da nossa sociedade com os equipamentos que lhes foram entregues, ver a população cobrando e cuidando é a prova de que o caminho é este,”  ressalva.
Após a conclusão da reforma da praça, o arquiteto João se dedicará a projetos como a praça Pe. Cícero, nova sede da Prefeitura, bem como outras obras que estão previstas para serem executadas no mandato do atual prefeito. 

:

:

0 comentários